Eu sou do tempo, em que usar base era algo para dar asas a chacota. Quem se maquilhava em exagero e principalmente quem pusesse base e as pessoas reparassem, simplesmente estava tramada porque ia sofrer uma camada de considerações desagradáveis pelas costas.
Felizmente evoluímos e hoje vivemos numa sociedade que a mulher se cuida e se maquilha para parecer ainda mais bonita.
Acho óptimo que as coisas tenham mudado, adoro ver uma mulher sofisticada que alie a isto uma boa maquilhagem...
Mas, se há coisa que não suporto é as caras de barro e os pescoços branquinhos. Acho ridículo e é impossível porem-me a gostar daquilo.
Às vezes fico com a sensação que na camada mais jovem o importante não é usar base, mas sim, toda a gente reparar que se tem 5 cm de espessura daquela coisa na cara.. Ah!, e quanto mais escura que o seu tom natural melhor!
Porque afirmo isto? Porque basta olhar para as meninas de hoje em dia que já parecem umas mulherzinhas, com as suas malas ao ombro e com as suas caras impregnadas de cor castanha!
O que me ensinaram já à bastanteee, teeeempo (e muitas graças tenho de dar de mo terem ensinado e de ter nascido com sentido do ridículo), é que a base tem de ser um tom abaixo do nosso tom natural... Isto porquê? Porque o pescoço é sempre mais claro que a cara, logo ao aplicar um tom abaixo do nosso tom natural da cara, no pescoço não se vai notar aquela linha tenebrosa a delinear a zona com e sem base. E depois, para não ficarmos pálidas pegamos num blush e toca a retocar as maçãs do rosto nariz e testa.

Isto para dizer que realmente é ridículo ter aquela cor pro artificial na cara, acreditem.. Pelo menos, é esta a minha opinião.

Coelha*

1 Não reclamas?:

guida disse...
18 de maio de 2011 às 02:15

Sabes, uma das razões que conheço é que metem "carradas" de base para esconder ainda mais as imperfeições... claro que o resultado é como dizes: péssimo. Também não gosto. Tenho uma base da tom da minha pele, e não passo só pela cara a modo o pescoço ficar do mesmo tom. Felizmente também ensinaram-me soluções preciosas ;)
Bom post, Coelha!

Beijo

Back to Home Back to Top