A minha vida dava um filme… mas dava mesmo!

Ora aqui estava eu na minha vida, de gaja que nem coragem tem, de matar uma mosca (não é que vontade não faltasse, mas o nojo é tanto, que não permite tal gesto maquiavélico), de gaja que não maltrata ninguém (só se não puder), que é amiga do seu amigo (mas não queiram vir para a lista de inimigos), e não é, que vejo o meu rico bicho telefónico a tocar “Privado? Bem, deixa-me atender”. Do outro lado, uma voz de um homem, que diga-se de passagem bem interessante e não parecia nada rude “Oh Coelha queres ver que é um gajo em condições?”. Fico eu cheia de expectativa, expectativa essa, de pouca dura…

Desconhecido: “Boa noite menina!”
Coelha: “Sim… Boa noite…”
Desc. : “Para ser sincero, não faço a mínima ideia para quem estou a ligar. Marquei este número à sorte, porque me encontro num momento de raiva deitado na minha cama. Preciso de maltratar alguém, entendes? Era só para dizer, para ires para a GRANDE PUTA QUE TE PARIU!”

Desatei-me a rir como uma perdida. Mal me insulta desliga logo o telefone, para não me dar asas a retorno nos insultos.
Isto é para ti que ninguém nos ouve… Tu também deves ser um CABRÃO, daqueles FILHOS DA PUTA, mas apesar disso, obrigadinha, porque puseste-me a rir.

Histeria da risota

Coelha*

4 Não reclamas?:

marie disse...
29 de julho de 2010 às 22:58

Eh lááá... Esse gajo devia estar mesmo chateado. Mas olha que é uma boa técnica. Ligar assim a um numero ao calhas... Looool

Neisseria Gonorrhoeae disse...
30 de julho de 2010 às 01:46

lol

Digno de filme.

Mas tenho para mim que ele sabe perfeitamente quem és, simplesmente queria ouvir a tua voz. Ouvi dizer q é linda!!!

:P

jinhos

→ Calipso disse...
30 de julho de 2010 às 21:52

Mas qe cómico LOOOL

Meia Dúzia de Tretas disse...
1 de agosto de 2010 às 22:44

Ah ah ah oh menos deu para rir..

Back to Home Back to Top