Não sei porquê mas apanho um montão de gente com o dedo enfiado no nariz, a achar que ninguém à volta vai reparar…
E depois metem o dedo, como se o dedo fosse um martelo pneumático, que pretende abrir uma cratera!
Quando assisto a estas cenas e quando as pessoas reparam, desvio o olhar porque ainda fico mais embasbacada do que o perfurador…
Mas hoje apetecia-me mesmo apontar o dedo e começar a rir-me... Do género “Ahaha! Oh porco? Estou-te a ver!”


Histeria de nojo

Coelha*

7 Não reclamas?:

Sasha disse...
3 de novembro de 2009 às 21:16

Eu gosto tanto que tenho umas que já se estão a despedaçar XD Já as colei e agora já se descolaram outra vez... Eu sei, é triste XD Parece que tenho de comprar umas substitutas. Agora já há umas que têm solas de borracha que são mais aceitáveis para a chuva...

poveirinha disse...
3 de novembro de 2009 às 22:59

:D:D

... e a unha do dedo mindinho grande, para se coçar o ouvido!! lol

estamos rodeados de cromos, perdão, PORCOS!

poveirinha disse...
3 de novembro de 2009 às 23:07

Muito Obrigada, minha querida!... sempre com palavras simpaticas...

As vezes, quando publico uns textos mais teoricos, fico a achar que ninguem vai ler... que sao uma seca! Mas só publico coisas que acho interessante...

Ainda bem que gostas!

Beijo

Nevoeiro de Verão disse...
3 de novembro de 2009 às 23:57

Lindo lindo lindo são aqueles que além de coçar o ouvido ainda metem no nariz para cheirar como já presenciei looool

E no trânsito aqueles que estão a olhar para "o" terra de ninguém martelam sacam e ficam a fazer bolinhas com as monkas xD

Sweet_Dreams disse...
4 de novembro de 2009 às 10:39

Bah e aqueles que usam uma chave, seja do carro, de casa - qualquer uma serve - pra tirar cera dos ouvidos?! É nojento xD ahah
Realmente, há com cada personagem :P ihihi
Beijo*

P' disse...
4 de novembro de 2009 às 18:27

Ainda bem . (:

QUE NODJA. São uns porcos. ahah

Filipa disse...
4 de novembro de 2009 às 19:06

Eu também desvio o olhar, e ainda me sinto envergonhada. Quem devia ter vergonha são as pessoas, mas pronto! É nojento.

Back to Home Back to Top