Eu, tenho cá um grave problema.
Não consigo arrotar!, ou seja, arroto sempre para dentro. E apesar, disto parecer muito fino, para uma mulher como eu, eu cá acho, que é um incómodo do pior.
Então, não é que eu, estou com as minhas gajas, onde não há manias, nem muito menos, temos de camuflar os nossos podres, e todas arrotam como verdadeiras senhoras da arte e eu nada?
Isto deixa-me a pensar, que eu sou uma fraca do pior.
Para mudar, esta triste realidade, que já me atormenta desde a infância, comecei a treinar, mas sem grande sucesso.
Nestas férias (no Algarve com as gajas), senti um progressozito, coisa pouca, mas que me deixou verdadeiramente feliz (a Coca-cola faz milagres).
Num destes dias, vinha eu a chegar a casa, com uma vontade enorme de arrotar, começo com o exercício … e nada. Só conseguia arrotar para dentro como sempre.
Até que… depois de várias tentativas, lá saiu o dito arroto tão desejado, já com algum profissionalismo.
O pior da moral da história, é que quando olho para a entrada ao lado da de minha casa, estava um vizinho meu, a partir-se a rir às minhas custas.
Esta foi a prova que eu precisava, de que eu sou, uma descaradona do pior…
O que fiz? Comecei-me a rir às gargalhadas na cara dele, até que ele fica mesmo com cara de pânico a olhar para mim.
Ora não me haveria de rir? Arrotei como deve de ser! Coisa que nunca fiz nestes anos todos de existência! Sinto-me realizada, independentemente do que o vizinho possa pensar.

Ainda hei-de ser grande nisto dos arrotos. Prometo!

Histeria das coisas feias

Coelha*

3 Não reclamas?:

PIPI disse...
28 de abril de 2010 às 16:46

amiga eu não faço parte do grupo do arrotanço..quando arroto é milagre..e por vezes por não conseguir arrotar fico mt mal.. :-s

marie disse...
3 de maio de 2010 às 11:27

O que eu me ri agora!! Eu também não sou pró :p
Mas se tiver mesmo de ser consigo :p

Siri Ahcor disse...
8 de abril de 2011 às 23:03

parti-me a rir. mesmo.

tipo... eu sou uma porcaria nos arrotos tambem mas é mais porque nunca arroto quando quero da maneira que quero. quando quero dar um arroto bem dado, daqueles que nos deixam satisfeitos pra vida, sai-me um arrotozito que só da vontade de me dar uma chapada e dizer-me "já arrotavas como deve ser."

Mas quando calha arrotar como deve ser, sou capaz de arrotar um morto, e isto acontece quase sempre em situações em que... os mortos não estão interessados em ser acordados.. por assim dizer.

E sim, a coca-cola faz milagres. E para arrotar, na minha opinião, a melhor é light. ;)

Back to Home Back to Top