A questão não é: Será que… Eu sou mesmo esquisita!
Como é, que eu posso abordar, este assunto… Desde que terminei, a última relação que tive (à coisa de um ano e meio), nunca mais consegui, construir outra relação com ninguém…
Mas até aí tudo muito normal, acho que temos de aprender a ser felizes sozinhos, para um dia podermos ser verdadeiramente felizes com alguém (tenho horror a pessoas, que forçam sentimentos, só com medo de ficarem sozinhas), mas o principal problema, é que eu tenho muitos traumas e manias.
Às vezes parece-me quase impossível, ou praticamente improvável, vir a construir outra relação.
Como já referi aqui, não consigo ver interesse em homem nenhum. E quando vejo algum tipo de interesse… Há sempre algo, que me faz recuar, e desistir de seguir em “frente”.
Em primeiro lugar, eu tenho medo de gostar de alguém… E em segundo, tenho medo de parecer desesperada e vulgar!
Como hei-de explicar isto… Eu não consigo demonstrar interesse, porque simplesmente tenho medo de parecer oferecida (algo grave me aconteceu, eu sei).
Eu não sou do tipo de pessoa tímida ou introvertida, que consegue parecer invisível, num grupo grande de pessoas.
Sou comunicativa, consigo ter bom humor e não fico propriamente envergonhada, com alguém que me é apresentado. Falo sem problemas, e muito menos, me sinto nervosa ou com medo de abrir a boca.
Mas quando se trata de “Filmes” amorosos… Não lido bem com isso.
Não sei explicar… Não quero andar atrás de ninguém, não me quero insinuar a ninguém, não quero ser nem parecer chata, nem muito menos desesperada!
Depois, sou alvo de troça por parte das amigas… Mas isso, não me interessa.
Talvez me tenha mesmo tornado, numa extraterrestre dos relacionamentos, ou da tentativa de construir algum…
Mas não consigo!
Se tenho medo de ficar sozinha? Não propriamente…
Se às vezes me sinto só? Às vezes acontece.
Mas não estou desesperada, e não estou numa de forçar alguma coisa. Só quero que a minha vida, siga em frente normalmente… E se alguma coisa acontecer, há-de ser com o meu consentimento (como é claro), mas não me cheira que venha a ser eu, a fazer por isso.

Sim… Sou mesmo esquisita. Mas a verdade, é que as coisas também, não são mais, como eram dantes.

Histeria do desabafo

Coelha*

6 Não reclamas?:

ergela disse...
12 de abril de 2010 às 23:27

Deixa-lá quando menos esperas, levas uma "pancada", acontece a todos, sendo homem ou mulher. Não estou a escrever isto por compaixão, nada disso, passou-se comigo e com outras pessoas que conheço.Eu até tive uma fase em que pensava cá para mim, assim é que estou bem e não se pensa mais nisso e, depois um dia, sem querer zás e, aconteceu-me, uma; duas; três vezes.
Beijos.

marie disse...
13 de abril de 2010 às 10:45

Pois é, eu acho que também sou assim, com a diferença de não gostar nada de estar sozinha e de ter "medo" disso. Tive muito pouquinhos namorados e sinceramente um ou outro nem devia ter existido porque só me fez mal. Odeio sentir-me oferecida, ou que alguém se aproxime por eu estar disponivel com segundas intenções, leva logo uma tampa. Acho que sou muito complicada e se o meu namorado nao o fosse também, esta relaçao já teria ido pelo cano abaixo como as outras :s
Bjinho **

Só Avulso disse...
13 de abril de 2010 às 19:24

Isso de ser esquisita é muito relativo. Todos nós somos esquisitos, numa coisa ou noutra.
Isso tudo que sentes (que é bem normal) bem pode ser só uma fase. Descansa, vais ver que de uma maneira natural e com o tempo tudo vai melhorar.;)

beijinhos***

Joao Rai disse...
14 de abril de 2010 às 02:20

Isso não tem nada de esquisito, gato escalfado.......é normal. Um dia isso passa, conheces alguém em quem vais ganhando confiança e a coisa dá-se, se porventura não encontrares alguém também não faz mal, a felicidade não está nos outros está em ti....

Sophie disse...
15 de abril de 2010 às 23:39

Coelhinha, as coisas são mesmo assim.
Ninguém quer dar imagem de nada... mas porque te ralas tanto com o que ele pode pensar?

Ou gosta de ti, ou não gosta. Não tens que fingir nada. Tens é que ser tu a tempo inteiro. Sem folgas ou descansos. Sem baixas. Ninguem o sera por ti, ainda que haja alguem a tentar.

Atira-te de cabeça. Nao deu resultado? Paciencia...

E meu amor, isso nao tem nada de esqusito. Acredita.

Trata é de pensar no que tu queres e não no que os outros querem que tu sejas e sê feliz.

beijão*

Sophie disse...
15 de abril de 2010 às 23:39

PS. adorei a musica :D

Back to Home Back to Top